Oii, que bom te ver por aqui!

Hoje falaremos sobre um assunto que se você ainda não passou por isso, com certeza conhece alguém que já passou... Decidi morar sozinho(a), e agora? Quais os primeiros (e principais) passos que se deve pensar quando decidir ir embora da casa dos pais e viver a tão esperada "vida independente".

Primeiro temos que ressaltar que cada um tem uma realidade diferente, isso inclui a condição financeira que, querendo ou não, é um fator determinante e que deve ser avaliado, assim como o motivo que o levou a tomar essa importante decisão. Partindo dessa ideia, avaliamos as principais condições: você irá para uma casa que pagará aluguel ou será casa própria? Parece que não, mas são realidades diferentes.

Se você for para uma casa alugada, pense em móveis que podem ser montados e desmontados mais de uma vez e manter a qualidade, pois essa é uma realidade que pode acontecer, assim como móveis que não precisam de montagem, essas peças são fundamentais. Agora se você for se mudar para uma casa própria, você tem a tranquilidade em investir em móveis planejados e/ou sob medida para aproveitar melhor o ambiente... Mas claro, tudo conforme a sua condição.

Privacidade, liberdade, independência, curtir a própria companhia, esses são alguns dos principais dos motivos que nos levam a tomar a decisão de morar sozinho, mesmo sabendo que essa escolha vem com várias responsabilidades que antes não era de nosso conhecimento ou que não nos preocupava, como o valor do financiamento do imóvel, ou aluguel, as compras do mês, luz e água, assim como as demais despesas.
 

Pensando nisso, priorize comprar os principais móveis e eletros, ou seja, aqueles que é praticamente impossível viver sem, como por exemplo: cama; fogão; geladeira; roupeiro e/ou cômoda, um local para sentar (estofado, cadeira, poltrona, banqueta, etc) e uma mesa. Pense em móveis multifuncionais que contribuam para a sua facilidade no dia a dia e que tragam a sua identidade na decoração. Após comprar o básico, pense na decoração que tenha tudo a ver com quem você é.
 

Se você é do time que curte trazer a natureza para dentro de casa, invista em decorações com plantas e quadros. Pense em decorações que podem ser facilmente removíveis no momento de volver a casa ao seu dono (no caso de alugada).


Organizar as finanças é uma das partes mais importantes nesse processo, pois tudo dependerá basicamente de você e você mesmo rs. É mais do que necessário que se haja um planejamento financeiro, organizando certinho o que entra e quanto sai para que você consiga suprir as suas necessidades e obrigações, assim como pensar em guardar um dinheirinho em casos de emergência.


Se tem uma dica chave para quem vai morar sozinha pela primeira vez e não sabe por onde começar é: comece com o que é primordial. Eu super entendo que queremos deixar o nosso cantinho com a nossa identidade e arrumado o quanto antes, mas esse processo pode ser construído aos poucos. Detalhes como organização e saber cozinhar também são muito importantes nessa situação, pois se você não fizer, nada será feito sozinho (: #ficaadica.
 

Outra dica importante é conhecer quem são as pessoas que moram a sua volta, pois caso haja uma emergência você terá com quem contar, fora de pode conquistar uma amizade a alguns passos de distância.
 

Sabemos que erros e acertos fazem parte do processo, mas não deixe de aproveitar essa fase por medo. Morando sozinha o processo de autoconhecimento é muito enriquecedor.
 

Quer mais dicas como essas? Nos acompanhe nas nossas redes sociais e semanalmente em nosso blog. Até o próximo post (:

RESINA NEWS
Receba as nossas ofertas em primeira mão.
Cadastrar
Remover
Tecnologia
iSET - Plataforma de E-commerce para criar loja virtual
Plataforma de E-commerce para criar loja virtual